Ideias
Quando começamos a elaborar um projeto a primeira coisa que temos em mente são os resultados. Nada mais natural, ou seja, quando pensamos em criar um novo negócio, quando pensamos em empreender na nossa vida ou simplesmente pensamos em fazer algum curso, em aprender algo diferente é claro que o que nos move é o resultado esperado, pretendido. E quando a gente começa a sonhar com esse resultado o nosso cérebro faz um sistema de recompensa pelo que pode acontecer e não necessariamente pelo que acontece. É essa a característica inclusive que faz com que as pessoas fiquem gastando muito tempo pensando e tendo ideias a respeito do que podem fazer no futuro.

*****
Química
Cada vez que elas pensam a mesma ideia, ou uma ideia nova tanto faz, o sistema de recompensa antecipa aquele resultado e dá à pessoa uma espécie de prazer, com um detalhe muito interessante. Enquanto eu estiver na fase do pensar eu posso repetir essa dosagem como se fosse uma droga. Realmente, porque os hormônios e os neurotransmissores que são despejados no nosso cérebro a todo instante são responsáveis pelo nosso humor e principalmente são uma espécie de dosagem química. A dependência química, no caso das pessoas que gostam de pensar e não de executar, é simplesmente curtir o resultado sem sequer ter o esforço.

*****
Antecipar
Logo, pessoas extremamente criativas não têm problemas para executar não porque não sabem fazer, mas sim porque gostam da recompensa antecipada e sua criatividade lhes basta para que essa recompensa aconteça. Assim, é muito importante que você que se considera criativo entenda que o caminho correto para que você encontre a felicidade da execução é parar de pensar tanto e começar a colocar limites para colocar em prática, limites para iniciar a execução do seu projeto. Lembre-se de quem curte demais o resultado esperado e não executa pode apenas estar construindo o caminho para a frustração no futuro. Pense nisso! Para a coluna Visão Empresarial

Luciano Salamacha