Preste bem atenção nesta frase: a responsabilidade de alguém está nos atos que a pessoa pratica e não nos fatos que acontecem. Repetindo: a responsabilidade está nos atos e não nos fatos. Por isso é importante conceituar a diferença entre um fato e um ato, que fundamentalmente é que no ato há a autoria, há a participação efetiva de um profissional, enquanto que no fato as coisas acontecem completamente de forma independente da vontade de quem está assistindo, de quem está participando.

*****
Desculpas
É um fato, por exemplo, começar a chover porque ninguém efetivamente pode colaborar com isso. Entretanto, é um ato quando a gente percebe que algo está acontecendo de maneira equivocada na empresa e não fazemos nada para auxiliar. Aí vem aquela desculpa de sempre: eu não quis me envolver na área do outro. Facilmente você percebe que isso é uma desculpa e não responsabilidade profissional. Uma das coisas importantes que as pessoas precisam entender é que no mundo corporativo não se perde tempo discutindo por que algo aconteceu.

*****
Omissão
Discute-se principalmente por que as pessoas que tinham condições de auxiliar para que aquilo não acontecesse ou que os danos negativos fossem minimizados, não fez nada. Por que um profissional se omite? Ele muitas vezes esquece que uma das maneiras de agir é se omitir. A omissão também é uma forma de agir. Logo, lembre-se sempre desta frase: a responsabilidade está no ato e não no fato. Para a coluna Visão Empresarial

Luciano Salamacha